FALE CONOSCO

ENVIE UM EMAIL SE TIVER DÚVIDAS
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

©2019 POR DALQ MARIA ÂNGELA VASCONCELOS DE ALMEIDA/ UFRPE-UNIDADE DOIS IRMÃOS.

CRIADO ORGULHOSAMENTE COM WIX.COM

V CONGRESSO REGIONAL DOS ESTUDANTES DE QUÍMICA DO NORDESTE

21 À 27 DE JULHO DE 2019

 

Após escolher seu pacote e realizar o pagamento, preencha o formulário de inscrição!

Disponibiliza ao congressista todas as atividades acadêmicas, alojamento, alimentação e atividades culturais

ENCERRADO

Disponibiliza ao congressista todas as atividades acadêmicas e atividades culturais

ENCERRADO

Disponibiliza ao congressista apenas as atividades acadêmicas

ENCERRADO

Disponibiliza aos monitores selecionados as atividades acadêmicas, alojamento, alimentação e atividades culturais

ENCERRADO 

"QUÍMICA E O ENSINO DE QUÍMICA: ENTRE O DESENVOLVIMENTO E A CIÊNCIA NO CAMPO"

É irrevogável a importância do movimento estudantil na construção de uma sociedade mais igualitária, sendo um espaço de crescimento juvenil e desenvolvimento de suas faculdades. A história não nega suas conquistas, como o direito ao voto facultativo aos 16 anos, a luta pelo “Petróleo é Nosso”, Diretas Já, a criação do ProUni, 50% das vagas universitárias destinados ao estudantes de escola pública, entre outras. É na boa política desse movimento que os estudantes ascendem sua vontade por transformar e mudar as coisas.

Entretanto, as aquisições sociais estão sendo ameaçadas. No país, a ofensiva neoliberal culminou no golpe de Estado em 2016. E mesmo com a resistência popular e estudantil, o governo Temer acelerou pautas como a atual Emenda Constitucional 95 e desmontes das estatais, como a Petrobrás. Isso implica que, direitos como 10% do PIB e os royalties do petróleo que iriam para educação, agora estão ameaçados. Para além disso, ideias como Sug nº 2/2018 entraram em votação com discurso vazio. Tentar criminalizar os movimentos sociais – como MST, MTST e outros – e estudantis é criminalizar o direito a voz da população. Também existe a controversa lei de nº 13.260 que compromete a liberdade e força desses movimentos.

É nessa perspectiva de prática militante que este evento se estrutura, elencando os conteúdos científicos da Química. O V Congresso Regional dos Estudantes de Química vem com o tema “Química e o Ensino de Química: entre o desenvolvimento e ciência do campo” compreendendo a conjuntura atual da política do país. Levantando-se em defesa desses espaços e validando essas produções cotidianas.

MOVIMENTO ESTUDANTIL DE QUÍMICA

O Movimento Estudantil de Química (MEQ) sempre existiu, por mais que diluído em outros espaços, lutando pela causa dos estudantes brasileiros. Realizado pela primeira vez em 1981, o Encontro Nacional dos Estudantes de Química (ENEQUI), passou acontecer desde então. O evento surge pela necessidade de se ampliar a qualidade do estudante de química que as universidades formam, pautando para além dos conteúdos academicistas, o profissional em sociedade e a preocupação com o retorno que este traria. Sensibilizar as pessoas e permitir um intercambio intelectual e cultural entre os discentes de todo o Brasil.
Nessa perspectiva, há 22 anos foi criada a Executiva Nacional dos Estudantes de Química (EXEQUI), tendo somente em 2016, um estatuto oficializado pelas nossas educandas e educandos do país. Esta é uma tentativa de gerar mais organicidade ao movimento estudantil de química no território nacional, articulando os discentes a criar Centros/Diretórios Acadêmicos nos cursos de suas universidades.
Na visão de um diálogo mais regional, os estudantes da região Nordeste caminham para o V Congresso Regional dos Estudantes de Química do Nordeste (COREQUI), este ano com o tema “Química e o Ensino de Química: entre o desenvolvimento e a ciência do campo”. Pretendendo possibilitar debates políticos, científicos e socioculturais pertinentes a área e a sociedade.
Pontua-se, porém, que muitas universidades ainda não conhecem o movimento estudantil de química, por conta da dificuldade de alcance. Isso implica diretamente nos novos horizontes que aguardam o MEQ, como por exemplo, possíveis criações de novos espaços, como uma executiva regional para os estudantes, além de conselhos estudantis nacionais e regionais para uma construção dos futuros eventos de forma mais orgânica e dialógica.
É no movimento estudantil que forjamos o futuro! Juntem-se todas e todes e todos, na construção transformadora de um mundo novo! Estudantes de química na luta!

 
 

ATIVIDADES CULTURAIS

BATEU A QUÍMICA

"A nossa noite de abertura no dia 22/07 será contemplada com o ritmo contagiante do Brega Bregoso de Recife. Oficializado como expressão cultural de Pernambuco em 2017, esse movimento reverbera a voz da periferia. Essa fextinha vai gerar nas altas comparça. Prepara teu óculos espelhado, a beca da ciclone e o shortinho BC e vem com a gente meter o passinho mais famoso do Brasil na primeira noite do V COREQUI"

SHANTAY! SASHAY!

"Arte marginalizada pelas estruturas heteronormativas, drags como Marsha P. Jhonson e Vera Verão mostraram a força do movimento LGBT. Numa homenagem a esta expressão artística, prepare o seu highlights para brilhar essa noite!!! Monte um look digno de SHOOT ou se prepare para o lipsync for you life (em português, dublagem bafo da sua vida). Vale tanto drag queen como drag king, o importante é o respeito pela vida de nossa gente. Agora é a hora de responder aquele contatinho da festa: shantay ou sashay?"

MANGUE BEAT

"Movimento de contracultura nascido em Recife, mistura diversos ritmos regionais como maracatu, rock, hip-hop, eletrônica, coco. Suas letras trazem a importância do cuidado com o mangue e o abandono sofrido por esse ecossistema. Nesse sentido, que nem o grande Chico Science, você terá a chance de misturar os ritmos que lhe vier à mente e fazer a festa a sua cara. Ou seja, separa aqueles pedidos musicais e se entregue as possibilidades da noite"

ANARRIÊ! ALAVANTÚ!

"Nessa noite, iremos seguir a tradição da maior festa regional ao ar livre do mundo, que acontece na cidade de Caruaru. De sons de clássicos do forró pé de serra, como O xote das meninas (do grande Luiz Gonzaga) aos mais estilizados. Tem espaço para o sertanejo também. Prepare aquela roupinha junina com muito xadrez, jeans e chapéu de palha. Ou a roupinha de noiva/noivo/padre. O importante é estar a caráter para a grande quadrilha da noite. Ou seja, escolha seu par (só se ela quiser) e se junte nessa dança, que é o melhor São João do Nordeste"

Rosa é pra menino besta:

"Essa é a festa pra extravasar toda sua energia e se despedir do estado de Pernambuco. Com variados ritmos, o que não pode acontecer é deixar de dançar. Esse é o momento para máxima interação cultural entre os estados. Não perca tempo. Tudo com consentimento, claro!!! E com bastante proteção. Segurança em primeiro lugar. Então, separa aquela roupa de despedida e se junte nessa festa. E nas sábias palabras de Anny Love: rosa é pra menino besta, porque...? Se chega pra descobrir"

 
 

POR QUE PERNAMBUCO?

“Pernambuco, imortal! Imortal”, diz o hino do estado. E não poderia ser mais coerente. Nossa terra resistiu ora ao domínio dos holandeses, ora dos portugueses, e saiu mais rica e firme. Destreza tão grande, que por um breve momento, em 1817, fomos confederação e tivemos um governo provisório. História que nos permite visitar as ladeiras de Olinda, os bairros históricos do Recife – Santo Antonio, São José, etc –, o polo cultural de Caruaru, os mercados de artesanatos das cidades, as igrejas – A Capela Dourada –, os museus – Oficina de Brennand, Casa da Cultura, entre outros.
Pernambuco também é cidade de belezas naturais, com litoral vasto. Praias como Porto de Galinhas, Tamandaré, Enseada dos Corais, Paiva, Maria Farinha, Ilha de Itamaracá, Fernando de Noronha. Possui também paisagens mais interioranas como Bonito – com belíssimas cachoeiras –, Garanhuns e seu festival de inverno. No que concerne a cultura, esta é imensa. Temos festas que batem recordes: o Carnaval de Recife e Olinda, com o maior carnaval de rua e ritmos como frevo, maracatu, caboclinho, coco, afoxé, mangue beat; e a maior festa regional em céu aberto do mundo, o São João de Caruaru, com quadrilhas e comidas típicas de milho. E pensando na culinária, essa é um misto das melhores comidas. Buchada de bode, saparatel, a carne de sol, tapioca, moquecas, cuscuz, caranguejo, baião de dois, rapadura, etc.
Por fim, o estado que tem a capital do Nordeste, é rico em tecnologia, possuindo o Porto de Suape, o Polo Farmacoquímico, e seus centros de pesquisa de ponta. Suas universidades públicas são de alta qualidade, tendo os cursos da área de Química na Universidade Federal Rural de Pernambuco, e na Universidade Federal de Pernambuco, nos mais diversos campi. Com isso, entendemos o quão o V COREQUI tem a contribuir e colher sendo sediado no estado. Seremos fonte luta e iremos florescer na vitória!!!

1/1

A RURALINDA

Sou um parágrafo. Clique aqui para editar e adicionar o seu próprio texto. É fácil! Basta clicar em "Editar Texto" ou clicar duas vezes sobre mim e você poderá adicionar o seu próprio conteúdo e trocar fontes.

ENDEREÇO

Rua Dom, R. Manuel de Medeiros, s/n - Dois Irmãos, Recife - PE, 52171-900

DEPARTAMENTO DE QUÍMICA

QUANDO?

21 À 27 DE JULHO DE 2019

A RURALINDA

A UFRPE possui 107 anos de tradição em ensino, extensão e pesquisa no Estado e no país. Com muitos projetos de fomento à ciência e tecnologia, a UFRPE, presente desde ao litoral até o sertão do estado, possui o curso de Licenciatura em Química em Recife e em Serra Talhada, localizado no interior de Pernambuco. Uma universidade que cada dia mais dialoga com o estudante. Com um corpo profissional excelente e discentes organizados nas entidades de base. Presenteada com o melhor Restaurante Universitário do país a preço acessível, conta também com práticas na assistência estudantil pela permanência da educanda e educando. A Universidade Federal Rural de Pernambuco cresce mais a cada dia, e entendendo a importância dos intercâmbios intelectuais e culturais, sediará entre os dias 21 a 27 de julho de 2019, o maior evento regional dos Estudante de Química – o V COREQUI. Tendo como proposta discutir a Química e o Ensino da Química e fazer o contraponto com a Ciência desenvolvida no Campo.

ENDEREÇO

Rua Dom, R. Manuel de Medeiros, s/n - Dois Irmãos, Recife - PE, 52171-900

DEPARTAMENTO DE QUÍMICA

QUANDO?

21 À 27 DE JULHO DE 2019

 

TERMO DE RESPONSABILIDADE PARA MENORES DE IDADE

O termo deve ser devidamente assinado e autenticado em cartório